Share |

PELA DEFESA E PRESERVAÇÃO DE JOÃO DE ARENS

PELA DEFESA E PRESERVAÇÃO DE JOÃO DE ARENS

O Bloco de Esquerda não aceita e reprova energicamente a destruição do espaço natural conhecido como João de Arens. É o que irá acontecer se for para a frente a construção do projeto imobiliário, contemplando tês unidades hoteleiras com 822 camas, localizado no litoral do concelho de Portimão, entre as praias do Vau e da Prainha. Um projeto conhecido como “Loteamento da UP3 de Hotelaria Tradicional de Portimão” e que se encontra em consulta pública até ao próximo dia 15 de março.

Este projeto está a gerar o descontentamento e revolta de muitos cidadãos que reprovam a ameaça de destruição da “última janela verde para o mar da cidade de Portimão”.

A zona de João de Arens pode ser considerada o último reduto natural do litoral portimonense, onde predominam muitas plantas raras e exóticas, autóctones, assim como muitas espécies de avifauna, e muito próximo da Ria de Alvor, situada em Rede Natura 2000.

Torna-se premente preservar o nosso património ambiental e paisagístico, para que os cidadãos e as gerações vindouras dele possam usufruir, em prol do bem-estar e de uma melhor qualidade de vida. Basta de mais especulação e de frentes de betão na orla costeira de Portimão.

O Bloco de Esquerda foi a única força política, através dos seus representantes, que votou contra o projeto apresentado na Assembleia Municipal em 2008. O Bloco continua a ter a mesma posição, tanto na vereação, como na Assembleia Municipal, e apoia todas as manifestações de cidadania que visem contestar o projeto imobiliário.

O Bloco de Esquerda apela à participação e reclamação dos cidadãos neste período de consulta pública através do site http://participa.pt  O Bloco de Esquerda vai levar a efeito uma marcha a pé de sensibilização pela defesa e preservação de João de Arens no próxim0o sábado, dia 16 de março, com concentração e partida pelas 15 horas, a partir da entrada da praia do Alemão.. Desde já o Bloco apela à participação de todos os cidadãos que se quiserem juntar a esta marcha.

A Comissão Concelhia do Bloco de Esquerda/Portimão